domingo, 19 de outubro de 2008

Cápsulas naturais que emagrecem



“Apesar de não serem tão eficazes quanto os remédios vendidos sob receita médica (alopáticos), fórmulas naturais são ótimos coadjuvantes no emagrecimento. E ainda têm menos contra-indicações e efeitos colaterais”, atesta Daniela Hueb, nutróloga de Bauru (SP).



Substâncias naturais que ajudam a secar
Ágar-ágar
O que é: extrato de algas marinhas
O que promete: inibir o apetite e melhorar o funcionamento do intestino
Ponto a favor: em contato com a água, forma uma gelatina que preenche o estômago e garante saciedade
Contra-indicação: pessoas com intestino solto ou problemas gástricos, como úlceras e gastrite
Como consumir: em cápsulas ou em pó, 30 minutos antes do almoço ou jantar

Caralluma fimbriata
O que é: planta indiana
O que promete: inibir o apetite
Ponto a favor: atua no cérebro, controlando o apetite e reduzindo a gordura na região abdominal
Contra-indicação: não há registro de efeitos colaterais
Como consumir: em cápsulas manipuladas, uma hora antes do almoço e do jantar

Cáscara sagrada
O que é: planta medicinal
O que promete: regular o intestino, combatendo a prisão de ventre
Ponto a favor: aumenta o trânsito intestinal e diminui a absorção de gorduras
Contra-indicação: quem sofre de doenças intestinais não deve consumir
Como consumir: em cápsulas ou tomar 1 xícara do chá diariamente

Centella asiática
O que é: planta medicinal
O que promete: combater a celulite e a gordura localizada
Ponto a favor: auxilia a síntese de colágeno, melhorando a aparência da pele
Contra-indicação: pode dar alergia. Em caso de vermelhidão e coceira, suspenda o uso
Como consumir: em chá ou cápsulas duas vezes ao dia ou em creme, na pele

Garcínia
O que é: planta asiática
O que promete: diminuir o apetite, principalmente aquela vontade de devorar doces
Ponto a favor: equilibra a produção de gorduras, como o colesterol, e os níveis de açúcar no fígado
Contra-indicação: não há registro de efeitos colaterais
Como consumir: tomar 1 xícara de chá duas vezes por dia

Faseolamina
O que é: componente extraído do feijão-branco
O que promete: impedir a absorção de 15% do carboidrato consumido
Ponto a favor: a cada 100 g de carboidrato, você economiza 60 kcal (um brigadeiro pequeno)
Contra-indicação: em excesso, pode provocar cólicas, gases e diarréia
Como consumir: em cápsulas, meia hora antes do café-da-manhã, do almoço e do jantar

Chá verde
O que é: erva da planta Camellia sinensis
O que promete: acelerar o metabolismo, aumentando o gasto energético e a queima de gordura
Ponto a favor: aumenta em até 5% a queima de calorias e ainda combate a retenção de líquidos
Contra-indicação: pessoas anêmicas. Por conter cafeína, o consumo em excesso pode causar insônia
Como consumir: em cápsulas ou tomar a infusão da erva – sempre três ou quatro vezes por dia

Novidade: inibidor extraído da batata
Um componente encontrado na batata é a base do Slendesta, inibidor de apetite 100% natural. “Vinda da batata, a proteinase 2 estimula a produção de um mensageiro químico chamado colecistoquimina (CCK), que aumenta a saciedade”, explica o endocrinologista Filippo Pedrinola. O diferencial? O componente virá embutido em barrinhas de cereais e iogurtes.

Nas farmácias
Conheça os principais remédios para emagrecer (alopáticos)

Anorexígenos (Femproporex, Anfepramona e Mazindol)
Como agem: possuem substâncias que atuam no cérebro, inibindo o apetite.
Efeitos colaterais: incluem desde taquicardia, boca seca, insônia, ansiedade e até depressão. A má utilização pode causar dependência. São recomendados para pessoas com graus de obesidade sérios.

Sacietógenos (Sibutramina e Rimonabanto)
Como agem: reduzem a ingestão alimentar: a pessoa se satisfaz com porções menores.
Efeitos colaterais: a sibutramina pode causar boca seca, constipação intestinal, insônia e taquicardia. Já o rimonabanto pode provocar náuseas, tontura, ansiedade e insônia e é indicado para pessoas com sobrepeso.

Inibidores da absorção de gordura (Orlistate)
Como agem: inibem a absorção de cerca de 30% da gordura ingerida.
Efeitos colaterais: de natureza gastrintestinais, como diarréia gordurosa. É indicado para pessoas obesas com compulsão alimentar.

Um comentário:

MIUÌKA disse...

Amiga LUANA,hoje recebi um email seu, respondi e depois de ter enviado vi que tinha seguido para SANDRA REGINA,não percebi porquê,se puder explicar-me agradeço.Um beijinho.
MIUÍKA